Governo do Afeganistão ordena o bloqueio do Telegram e Whatsapp


O órgão regulador de telecomunicações do Afeganistão enviou um comunicado nesta semana, às empresas que prestam serviço de internet no país, ordenando o bloqueio dos aplicativos de mensagem Telegram e WhatsApp por um período de 20 dias.

De acordo com alguns relatos da mídia local, a decisão tem como objetivo impedir a troca de mensagens criptografadas entre integrantes de grupos radicais como o Talibã, mas essa informação não foi confirmada por nenhum órgão oficial.

Em publicação no seu perfil do Facebook, o Ministro de Telecomunicações Shahzad Aryobee afirmou que o bloqueio temporário foi ordenado com a finalidade de obrigar as empresas a implementarem melhorias no serviço oferecido, após o recebimento de muitas reclamações por parte de usuários. Ainda, segundo ele, a decisão não tem interesse nenhum em restringir a liberdade de expressão.

A resolução sobre o bloqueio dos aplicativos foi enviada às operadoras no dia 01 de Novembro, mas até agora a decisão parece não ter sido cumprida, pois os aplicativos funcionaram normalmente durante a semana. Na sexta-feira, 03/11, houveram algumas interrupções no Whatsapp, mas segundo relatos de alguns usuários do APP, o problema ocorreu também em outros países, não tendo nenhuma ligação com a decisão do governo afegão.

Moisés Carlos

Estudante de Administração, editor do site devocionais.org, colaborador do portaltelezap.com.br e administrador dos canais @aprendendoingles e @telezap no Telegram.